Na formatura do Donas de Si, em Outeiro, Prefeitura anuncia crédito e novas turmas 

Na formatura do Donas de Si, em Outeiro, Prefeitura anuncia crédito e novas turmas 

Alunas do programa de qualificação profissional Donas de Si, da Prefeitura de Belém, concluíram os cursos de panificação artesanal e de bolos e doces para festas realizados pelo programa Donas de Si, em Outeiro. Nesta sexta-feira, 18, aconteceu o evento de formatura na Escola de Pesca da Fundação Escola Bosque (Funbosque).

A coordenadora-geral do Banco do Povo de Belém, Georgina Galvão – órgão responsável pela realização do Donas de Si – anunciou que também haverá crédito solidário para as alunas da ilha que queiram criar o próprio negócio.

Estímulo ao empreendedorismo – O Donas de Si busca atender mulheres em condição de vulnerabilidade social, especialmente beneficiárias do programa de renda cidadã Bora Belém, estimulando-as ao empreendedorismo e à autonomia financeira. Em Outeiro, três homens foram inseridos nas turmas. O objetivo do Banco do Povo é oferecer mais cursos no distrito, em breve.

A dona de casa Valdirene Silva, de 54 anos, que é beneficiária do Bora Belém e cria um neto, disse que gostou de fazer o curso e já pensa em continuar buscando novos conhecimentos para se aperfeiçoar.

“O Bora Belém tá me ajudando. Pode parecer pouco, mas é muito ajuda na alimentação para quem precisa”, contou. Ela fez o curso de panificação e pretende produzir para vender na rua, mas ainda não sabe como vai se organizar para isso. “Eu quero muito montar uma equipe com colegas (do curso), com planejamento, uma dando força pra outra”, disse.

Mudança e motivação – Giogianny Sousa, que foi oradora das turmas de panificação, é mãe de três filhos pequenos e encontrou tempo para se dedicar ao curso. “Esse curso mudou a minha rotina, trouxe motivação para seguir em frente. Quero buscar uma renda pra mim”, comemorou.

Já a aluna de bolos e doces, Jamilia da Costa, de 52 anos, vendeu bebida na praia por anos até conseguir o emprego de merendeira em uma escola. “Fiz o curso para me aprimorar”.

Realizações da prefeitura – Georgina Galvão, que representou o prefeito Edmilson Rodrigues no evento, ressaltou que “é uma alegria ver mulheres saindo do curso esperançosas e motivadas em alcançar a independência financeira.

“O Donas de Si, o auxílio emergencial para os donos de barracas, as cestas básicas, a duplicação das famílias atendidas pelo Bora Belém são realizações da Prefeitura de Belém em Outeiro. E, em breve, iremos liberar o crédito solidário (microcrédito) aos donos de barracas de praia e também iremos oferecer esse serviço para as alunas do Donas de Si”, destacou.

Francília Siqueira, uma das instrutoras do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e que ministrou os cursos, afirmou que as alunas estão preparadas para atuar no mercado de trabalho. “Eu acredito nesse projeto (Donas de Si) e também acredito plenamente na capacidade de vocês”, elogiou. 

Certificados – As formandas receberam certificados de conclusão dos cursos emitidos pelo Banco do Povo e também carteiras de manipulação de alimentos emitidas pelo Departamento de Vigilância Sanitária (Devisa) da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma). O Senar também expedirá certificados com validade no território nacional.

A diretora-geral da Fundação Papa João XXIII (Funpapa), Sandra Valente, disse que foi uma satisfação participar da conclusão de novas turmas do Donas de Si, que é uma ação integrada com o Bora Belém, executado pela Funpapa.

“A política de assistência não se dá de forma isolada, mas se dá na intersetorialidade com as demais políticas. O que a gente percebe, com a oportunidade que essas mulheres estão tendo de se qualificar, de ter uma oportunidade de mudança da sua realidade, isso é uma garantia de direito”, declarou.

Empoderamento das mulheres da ilha – O administrador regional de Outeiro, Maikeen Souza, também esteve presente. Ele destacou que “a qualificação foi uma forma de abraçar Outeiro, de acolher as mães, mulheres guerreiras que estão à frente dos seus lares, muitas vezes. Foi um trabalho integrado das equipes da Prefeitura que contribuiu para o empoderamento das mulheres da ilha e com desenvolvimento econômico de Caratateua num momento de fragilidade”.

Também participaram do evento a chefe de gabinete da Funbosque, Rita Ribeiro, representando a direção do órgão; e a conselheira do programa de participação popular Tá Selado, Aline Duarte.

O Donas de Si em Outeiro teve a parceria do Senar e o apoio da Funbosque, da Funpapa por meio do Centro de Referência em Assistência Social (Cras), dos conselheiros do Tá Selado e da Arout.