Donas de Si conclui a capacitação em panificação e doces no Jurunas

Donas de Si conclui a capacitação em panificação e doces no Jurunas

Trinta e nove moradores do bairro do Jurunas concluíram nesta sexta-feira, 29, os cursos de panificação artesanal e de processamento de frutas e produção de doces, realizados pelo programa de capacitação profissional da Prefeitura de Belém, Donas de Si. O encerramento dos cursos ocorreu no Centro Comunitário Paulo Roberto, com a presença dos concluintes, da instrutora e de técnicos da prefeitura.

Os cursos foram realizados por meio do Banco do Povo de Belém  em parceria com o Programa de Saneamento da Bacia da Estrada Nova (Promaben) e com o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

“Cada um entrou aqui com um objetivo e saiu com a certeza de abrir um negócio. Esse é o momento da gente agarrar essa oportunidade porque somos ‘donas de si’”, disse a aluna de panificação, Maria José Azulay. “Temos muitas mulheres chefes de família, provedoras do lar que passam por dificuldades. A gente precisava dessa mão amiga. Agradecemos ao prefeito Edmilson Rodrigues que não pôde estar aqui”, destacou aluna do curso de doces, Alessandra Santos.

O público atendido pelos cursos é beneficiário do Bora Belém, programa municipal de transferência de renda, e do auxílio-aluguel pago pelo Promaben às famílias remanejadas há anos em razão das obras naquela área. A seleção foi realizada por meio do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) do Jurunas.

Durante os cursos, que tiveram duração de 40 horas, os alunos aprenderam a produzir vários tipos de pães, biscoitos, bolos, salgados, massa folhada, doces, geleias, compotas e licores de frutas, cocada, banana chips e picles, entre outros. Durante o encerramento, os utensílios domésticos usados no curso foram sorteados entre os alunos.

Além de aprender a fazer os produtos que podem ser comercializados imediatamente, gerando renda, os alunos receberam o curso da Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) para a emissão da carteira de manipulador de alimentos e, ainda, orientações sobre empreendedorismo e precificação.

A coordenadora-geral do Banco do Povo de Belém, Georgina Galvão, destacou que, a partir daqui, o órgão segue de mãos dadas com cada aluno para apoiar as iniciativas individuais e coletivas de negócio, inclusive, por meio do crédito solidário (microcrédito) que será viabilizado pelo órgão em breve.

O coordenador-geral do Promaben, Rodrigo Rodrigues, destacou que a gestão de Edmilson Rodrigues veio transformar a cidade e a vida das pessoas criando oportunidades à população que mais precisa.

A dirigente do Centro Comunitário Paulo Roberto, Joana Batalha, agradeceu a oportunidade dos cursos terem sido levados para o bairro. A parceria do Banco do Povo de Belém e do Promaben possibilitará também que os cursos aconteçam nos bairros da Cremação e da Condor.

Também estiveram presentes ao encerramento dos cursos a subcoordenadora social do Promaben, Regina Penna; Carolina Castelo Branco, engenheira do Consórcio TPF/Synergia, que realiza os eventos do Programa de Educação Ambiental e Sanitária do Promaben; e a titular do Cras Jurunas, Marília Quaresma.