O que você procura?

Programação do Círio do Banco do Povo tem shows de Manoel Cordeiro e Gigi Furtado

• Atualizado há 1 ano ago

A Prefeitura de Belém está com uma programação especial para celebrar o Círio de Nazaré 2022. Situada na avenida Nazaré, esquina com a travessa Quintino Bocaiúva, no percurso das procissões da Trasladação e do Círio, a varanda do Banco do Povo de Belém vai oferecer grandes atrações musicais ao público.

No sábado, 8, a partir das 17h, o mestre da guitarrada Manoel Cordeiro e o saxofonista Santi López irão se revezar nas apresentações durante a Trasladação. E, na manhã do Círio no domingo, 9, a cantora Gigi Furtado se apresenta acompanhada da pianista Adriana Azulay.

Gigi Furtado em foto de Josué Dias.

Manoel Cordeiro, que sobreviveu à covid-19 após 17 dias intubado, vai pagar promessa à Nossa Senhora de Nazaré acompanhando a procissão da Trasladação, mas, antes de se inserir entre os fiéis da procissão, ele toca para a padroeira, durante a passagem da berlinda pelo Banco do Povo.

“Quero tocar ‘Luz do Mundo’ e gostaria que os romeiros da procissão cantassem essa canção em coro. Vamos fazer uma bela homenagem”, diz Manoel Cordeiro. A canção, que é um dos sucessos gravados pela Banda Warilou, foi composta por ele em parceria com Ronery. 

Adriana Azulay, pianista de talento reconhecido. (Foto: Divulgação)

A participação de Manoel Cordeiro na Transalação será registrada por uma equipe de vídeo que está produzindo um mini documentário biográfico sobre o artista. “O sentimento é gratidão. Viva a Rainha da Amazônia. Que Deus seja louvado!”, declara o músico emocionado.

“Meu pneumologista disse que eu tava vivo mais pelas correntes de oração que pela medicina. Eu vim transferido de Macapá (AP) para Belém e fiquei 11 dias em uma UTI onde só eu sobrevivi. Eu me senti amado. Quero dedicar a minha vida o mais que eu puder a ser grato, contribuir com a minha arte para as pessoas. Cabe ao país uma reflexão de paz, nesse momento, de viver com fé e cuidar uns dos outros”, completa o músico. 

Saxofonista Santi López, jovem talento na cena paraense. (Foto: Ascom Banco do Povo)

Já o argentino Santi López vai tocar músicas nazarenas e paraenses em um show de saxofone com repertório de clássicos de Belém do Pará e músicas do Círio de Nazaré, como “Eu sou de lá” (Padre Fábio de Melo), “Virgem de Nazaré”, “Pauapixuna” e “Foi Assim” (ambos de Paulo André e Ruy Barata) e os carimbós “Sereia do mar” (Verequete) e “Barreira do mar” (André Nascimento) e “No meio do pitiú” (Dona Onete).

No domingo, Gigi Furtado encanta os devotos com o repertório de canções nazarenas, acompanhada da professora e pianista Adriana Azulay. ‘Senhora da Berlinda’ e ‘Ave Maria Brasileira’ (ambas de Padre Antônio Maria), além de ‘Eu sou de lá’ e ‘Círios’ (Vital Lima) fazem parte da seleção musical criada para homenagear a santa. O repertório foi especialmente selecionado para brindar Nossa Senhora de Nazaré e tornar o momento ainda mais especial para os fiéis da procissão.

Veja também