Prefeitura leva serviços de saúde junto ao Donas de Si, em Icoaraci

Prefeitura leva serviços de saúde junto ao Donas de Si, em Icoaraci

As alunas de Icoaraci do programa de qualificação profissional da Prefeitura de Belém, “Donas de Si”, receberam a palestra da Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), para obter a carteira de manipulação de alimentos, além de outras orientações e testes da área da saúde. A ação foi realizada no auditório da Escola Liceu de Artes e Ofícios Mestre Raimundo Cardoso, no bairro do Paracuri, nesta sexta-feira, 4.

Desde o último dia 31 de janeiro e até o próximo dia 11 de fevereiro, 80 mulheres do distrito recebem os cursos de panificação artesanal e de processamento de frutas e produção de doces, realizados por meio do Banco do Povo de Belém.

Ainda como parte da programação especial para o Donas de Si, as alunas receberam palestras sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), aplicação de testes para sífilis, hepatite B e C e HIV/Aids e distribuição de auto testes de HIV/Aids e de preservativos.

“Eu gostei muito das palestras de saúde, de hoje, porque teve testes, foi muito bom pra gente saber como está a nossa saúde”, destacou Cláudia Macedo, de 49 anos, mãe de três filhos, aluna do curso de panificação.

“Também fizemos um cadastro individual e domiciliar das alunas do Donas de Si para que elas possam ser cadastradas nas unidades básicas mais próximas de suas residências e, assim, ter um acesso maior aos serviços de saúde”, explicou o técnico da Sesma, Johnny Neri.

Atenção Intersetorial

A coordenadora-geral do Banco do Povo, Georgina Galvão, explicou que o atendimento preventivo de saúde, realizado pela Sesma, faz parte de uma atenção intersetorial dos órgãos da Prefeitura com as alunas do Donas de Si, que é um programa voltado a mulheres em condição de vulnerabilidade social, como as beneficiárias do programa de renda cidadã “Bora Belém”, as mulheres vítimas de violência e também as mães de alunos do Liceu. “O que se pretende é o atendimento integral das necessidades das pessoas”, completou.

A  aquisição da carteira de manipulação de alimentos está dentro da estratégia do Banco do Povo para incentivar essas alunas a empreender com o conhecimento adquirido nos cursos. As alunas receberão as carteiras emitidas pela Sesma, na próxima semana.

Expectativas

Rosana Costa, de 49 anos, mãe de dois filhos e aluna do curso de processamento de frutas e produção de doces, disse que o curso “vem dar mais chance para voltar ao mercado de trabalho”. “Eu estou achando super interessante me aprimorar, adquirir mais conhecimento. Vai me ajudar. Eu já tive uma pequena lanchonete, faz tempo, estou precisando voltar ao mercado de trabalho. Vai me ajudar muito mesmo a ser mais independente e dona de mim”, afirmou.

“O curso abre portas e facilita pra gente melhorar a economia em casa, criar a nossa independência financeira porque o mercado tá muito fechado, principalmente para as mulheres com filhos pequenos”, declarou Josilena Saldanha, de 41 anos, mãe de dois filhos, que também é aluna do curso de produção de doces.

Os cursos do Donas de Si em Icoaraci têm a parceria com os Serviços Nacionais de Aprendizagem Rural (Senar) e Industrial (Senai) e o apoio das secretarias munipais de Saúde e Educação (Semec), Fundação Papa João XIII (Funpapa), Agência Distrital de Icoaraci (Adico), Coordenadoria da Mulher (Combel) da Prefeitura de Belém e Juizado da 3ª Vara Criminal de Icoaraci.