O que você procura?

Prefeitura de Belém libera mais Crédito Solidário para Mosqueiro

• Atualizado há 1 ano ago

Mais R$ 77.300 mil em Crédito Solidário da Prefeitura de Belém foram liberados para pequenos empreendedores do distrito de Mosqueiro, na última sexta-feira, 30.

Eles se preparam para o movimento do feriado do Círio de Nazaré, na ilha. Nesse dia, 25 vendedores de camarão e pequenos comerciantes do Furo das Marinhas e do Carananduba e também vendedores ambulantes da Praça Matriz (Vila) foram até a sede do Banco do Povo de Belém assinar os contratos para contrair os financiamentos com acesso facilitado, pagamento parcelado e juros abaixo do praticado no mercado. Com essa liberação, já chega a R$ 357 mil o total liberado em Mosqueiro. 

Grupo Deus Proverá, do Furo das Marinhas.

Incremento à economia local

Rosineide Almeida, 47 anos, vende comidas típicas em um carrinho, na Praça da Vila, de onde ela tira o sustento da família. “Foi muito bom, vai ajudar bastante porque eu preciso muito. Quero movimentar (as vendas) pra ajudar a minha família e os filhos porque aqui, em Mosqueiro, a gente só depende disso mesmo”, afirma.

A pequena comerciante ressalta, que o crédito chegou em boa hora e que vai comprar mais mercadoria para incrementar as suas vendas. “Sou muito grata à Prefeitura e ao Banco do Povo porque é muito difícil um banco liberar dinheiro pra gente, que não tem como comprovar renda ou está com restrição de crédito, mas o Banco do Povo deu essa credibilidade pra gente”, agradece Rosineide. 

Vendedores ambulantes da Praça Matriz da ilha.

Sarito Rafael, de 33 anos, que vende coco, água e refrigerante na Vila, comemorou: “Me ajudou muito em todos os aspectos. Estávamos precisando demais. Só tenho a agradecer à Prefeitura e ao Banco do Povo. Chegamos lá (no Banco) muito felizes e saímos mais felizes ainda. Muito obrigado pela oportunidade de estar ajudando a gente”.

Cenário pós-pandemia

No Banco do Povo, eles foram recebidos pela coordenadora-geral do órgão, Georgina Galvão. “Consideramos esse apoio fundamental, especialmente diante de um cenário pós-pandemia, em que muita gente sofreu prejuízos de emprego e de renda, e que, nesse momento, busca se reerguer. No feriado do Círio que se aproximada, quando muitas pessoas se deslocam para o balneário, eles poderão se preparar para melhor aproveitar o potencial econômico desse movimento do turismo”, explica.   

Grupo Esperança da Vila, de Mosqueiro.

O agente de crédito do Banco do Povo, Gilvan Nascimento, explica que todos os pequenos empreendedores de Mosqueiro que deram entrada nos pedidos de financiamento estão sendo atendidos. Outros processos de crédito ainda tramitam para liberação. Nesse momento, o Banco do Povo segue focada na liberação do crédito para os pequenos empreendedores de Mosqueiro e de Outeiro.

Veja também