O que você procura?

Prefeitura de Belém chega a 2.300 pessoas qualificadas e abre novas turmas do Donas de Si

• Atualizado há 1 mês ago

A Prefeitura de Belém, por meio do Banco do Povo de Belém, chega a 2.305 pessoas qualificadas no programa gratuito Donas de Si. Em outubro de 2023, mais 125 pessoas do cadastro de reserva estão sendo chamadas para participar das novas turmas que serão abertas no início do próximo mês de novembro. Enquanto isso, as turmas dos alunos inscritos em agosto ainda estão sendo finalizadas. Esta semana, 51 pessoas concluíram Informática Básica, Técnicas Básicas de Confeitaria e Manicure e Pedicure. Ainda, 20 permissionários do Mercado de São Brás estão cursando Planejamento de Cardápio.

“Eu vim em agosto (ao Banco do Povo) para me inscrever para Informática Básica, mas avisaram que as vagas estavam esgotadas e ofereceram o cadastro de reserva. Eu aceitei, mas fiquei desmotivada. Me surpreendi quando telefonaram perguntando se eu ainda queria fazer o curso”, contou a estudante de Técnica de Enfermagem Rosiani da Pureza, de 40 anos, que mora em Outeiro. Ela foi uma das pessoas do cadastro de reserva que se inscreveu nesta quinta-feira. “Eu quero complementar o meu currículo”, disse.

Novas turmas

O cadastro de reserva foi aberto porque a procura pelos cursos superou o número de vagas ofertadas. Estão sendo abertas sete turmas de seis cursos, são eles: Duas turmas de Técnicas Básicas de Confeitaria, uma turma de Informática Básica, uma de Básico de Corte e Costura, uma de Confecção de Bolsas em Tecidos, uma de Design de Sobrancelhas com Embelezamento de Cílios e uma de Alongamento de Cílios.

Concluintes 

Dentre as 17 turmas de 16 cursos que foram ofertados em agosto com o total de 335 vagas, a maioria já foi finalizada. Ainda estão em sala de aula os alunos de uma turma de Informática Básica e de Manutenção de Notebook. Esta semana, foram concluídas as turmas de Manicure e Pedicure, Técnicas Básicas de Confeitaria e Informática Básica.

“Amei o curso. Não sabia informática. Sempre trabalhei com confecção e, agora, pretendo fazer vendas on line”, relatou Francisca Matos, de 60 anos, uma das 23 concluintes de Informática Básica, que mora do bairro do Jurunas.

“Fizemos vários doces e bolos maravilhosos que aprendemos aqui. Eu não sabia fazer nada. Aprendi muita coisa, fiz amizades. Agora quero continuar estudando nessa área da confeitaria e da gastronomia”, disse Sileide Guimarães, de 47 anos, uma das 13 concluintes do curso, que reside no bairro do Guamá.

Sonho realizado

A podóloga Maria França, de 44 anos, do bairro do Tapanã, declara que realizou um sonho ao aprender Manicure e Pedicure e que vai aplicar esse novo conhecimento em um negócio próprio. 

Essas turmas estão sendo realizadas por meio do contrato firmado pelo Banco do Povo com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), que expede certificado com validade em todo o Brasil, em Portugal e nos países do Mercosul.

Mercado de São Brás

Os permissionários do Mercado de São Brás estão se requalificando, para quando a reforma do espaço for concluída pela Prefeitura de Belém. Após uma rodada de palestras e oficinas com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e com o Banco do Povo, que ocorreu na Escola Municipal Benvinda de França Messias, 20 empreendedores da área da gastronomia estão fazendo o curso de Planejamento de Cardápio com o Aproveitamento Seguro de Alimentos. 

O curso ocorre em espaço cedido da Paróquia São José de Queluz, no bairro de Canudos, com a instrutora do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), por meio de outro contrato de prestação de serviço firmado pelo Banco do Povo.

Uma das alunas é Patrícia Solano, 42 anos, que trabalha há sete anos no Mercado de São Brás, de onde tira o sustento da família vendendo café e lanches. “O curso está uma maravilha. A gente está aprendendo algumas coisas que achava que sabia, mas não sabia. Inclusive, já comecei a pôr em prática. Aprendi a fazer hambúrguer com pão caseiro, que já estou botando pra vender”. 

Veja também