O que você procura?

Prefeitura contrata Senar para oferta de 620 vagas em cursos gratuitos

• Atualizado há 2 meses ago

A Prefeitura de Belém, por meio do Banco do Povo, deu início a novas turmas de cursos do programa de qualificação profissional Donas de Si, em contrato firmado com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), nesta segunda-feira, 26. No total, 620 vagas serão ofertadas em sete cursos que terão várias turmas oferecidas gratuitamente à população, até 2023. O valor do contrato é de R$ 303.800.

As aulas começaram para os 80 primeiros alunos entre o público atendido Centros de Referência de Assistência Social (Cras) dos bairros do Guamá e da Pedreira. Eles estão distribuídos em quatro turmas dos cursos de “Panificação Artesanal” e de “Planejamento de Cardápio com Aproveitamento de Alimentos”, com 20 vagas cada turma.

Dona Izonina tem disposição para aprender Planejamento de Cardápio no turno da manhã, no CRAS Pedreira.

Vontade e oportunidade – Aos 79 anos, a viúva Izonina Silva disse que sempre teve vontade de fazer cursos de culinária, mas não tinha tido oportunidade. “Não sei ler e nem escrever. Gosto muito de cozinhar. Faço chope e cozinha (para completar a renda). Tenho vontade de aprender a fazer coisas diferentes”, conta ela, que está cursando “Planejamento de Cardápio”, no CRAS da Pedreira. Ela é pensionista e cria dois netos adolescentes.

Já a universitária Darlice Marçal, de 21 anos, faz o mesmo curso, mas pelo CRAS do Guamá. Ela se mudou para Belém para estudar na UFPA e precisa trabalhar para se manter na cidade, porém, não conseguiu emprego. “Soube do curso pela rede social e vim participar. Quero montar um carrinho de lanche. Também é um reforço para o meu currículo”.

Coordenadora do Banco do Povo visita turma do CRAS Guamá
Coordenadora do Banco, Georgina Galvão, visita alunas de Planejamento de Cardápio do Guamá.

As aulas do público do CRAS Pedreira acontecem na própria sede da instituição, enquanto os alunos do CRAS Guamá assistem aula no Espaço Cultural Nossa Biblioteca. As instrutoras são do Senar. Ao final dos cursos com jornada de 40 horas-aula, os alunos receberão certificados com validade nacional.

Crédito Solidário para empreender – A coordenadora-geral do Banco do Povo, Georgina Galvão, deu as boas-vindas às alunas do Cras da Pedreira. Ela ressaltou que o Donas de Si é voltado a quem deseja se preparar para obter uma colocação no mercado de trabalho e também para quem deseja empreender. “Quem quiser abrir o próprio negócio, pode continuar contando com o Banco do Povo para obter o crédito solidário”, destacou.

Turma de Panificação do CRAS Guamá.

A educadora social do Cras da Pedreira, Léia Lima, observou que os cursos de qualificação oferecem a possibilidade de atingir a autonomia financeira para pessoas que, hoje, dependem de programas sociais de transferência de renda. “O objetivo é que elas sejam ‘donas de si’, como diz o nome do programa”, aponta.

Veja também