Prefeito Edmilson visita pessoas atendidas pelos programas da Prefeitura de Belém

“Gratidão” é a palavra que descreve o sentimento de Tereza da Silva Oliva, de 50 anos, beneficiada com o Donas de Si. Geleia, bala de cupuaçu, cocada e compota de abacaxi foram as iguarias que ela aprendeu no curso de capacitação oferecido pelo programa.

A cozinheira Tereza foi uma das primeiras atendidas pela política de crédito do Banco do Povo, beneficiada com R$ 5 mil. “Fui da primeira turma capacitada pelo Donas de Si, no bairro do Bengui. Depois, recebi o investimento, o crédito solidário e hoje tô conseguindo ampliar os meus negócios, com maquinários, comprei fogão, panelas e outros objetos que me ajudam na produção dos meus produtos”, relatou com satisfação.

Emocionada, a cozinheira contou o início do empreendimento ao prefeito de Belém Edmilson Rodrigues, que esteve na manhã desta quinta-feira, 26, na casa da beneficiária.

“Essa ajuda do prefeito foi muito importante e esse programa que veio pra ajudar e somar com a gente da periferia. Eu só tenho uma palavra pra dizer, gratidão”, disse.

Capacitação – O Programa Donas de Si, lançado no dia 2 de junho, já capacitou 310 mulheres dos bairros do Bengui, Icoaraci, Outeiro, Jurunas, Tapanã e outros.

O objetivo é fomentar a independência financeira com formação e capacitação profissional com a oferta de cursos gratuitos, como o de culinária, para as mulheres terem mais chance no mercado de trabalho ou empreender de forma individual ou coletiva.

A família de Tereza trabalha no ramo alimentício com produção de comidas, em geral, salgados e buffet. A filha dela, Soraia Luciane, de 32 anos, vende sopa e também recebeu a formação e capacitação do Programa Donas de Si e o crédito financeiro do Banco do Povo. “Tudo que tá sendo proporcionando pra gente é verdadeiro”, afirmou Soraia.
 
Terra da Gente – Foi também no bairro do Bengui que o prefeito de Belém entregou o título de propriedade à aposentada Flávia Chaves de Araújo, de 75 anos. Quem também recebeu o título definitivo foi a dona de casa Francisca da Silva Henrique, que mora há 15 anos na rua Augusto  Lobato II. “Eu tô muito feliz. Isso é muito bom pra gente. Obrigada a toda equipe da prefeitura”, comentou aliviada.

Desde o lançamento, em fevereiro de 2021, o Programa Municipal Terra da Gente já realizou audiências públicas nos bairros de Fátima, Campina de Icoaraci, Agulha, Cruzeiro, Ponta Grossa, Jurunas, Tapanã, Carmelândia e Área Central da Cohab, totalizando a participação de mais 5 mil moradores.

Em 2021, a Codem estabeleceu como meta entregar cerca de 4.000 títulos de propriedade, número superado no final de 2021, quando 4.438 títulos foram habilitados para entrega. Nos últimos oito anos, gestões anteriores fez a entrega de apenas 2.359 títulos.

“O compromisso é fazer a regularização fundiária de 100% dos que não têm título de propriedade no bairro. É parte da revolução urbana que estamos fazendo, garantindo títulos de propriedades, fazendo uma mudança significativa na estrutura urbana de Belém”, destacou o prefeito Edmilson Rodrigues.