O que você procura?

Pessoas em situação de rua aprendem Panificação pela Prefeitura de Belém

• Atualizado há 9 meses ago

Das 20 pessoas em situação de rua que iniciaram o curso de panificação, oferecido pelo programa de qualificação profissional “Donas de Si”, da Prefeitura de Belém, 17 concluíram o aprendizado nesta sexta-feira, 19. A iniciativa foi realizada pela parceria do Banco do Povo, por meio do qual o programa é realizado, e da Fundação Papa João XXIII (Funpapa), por meio do Centro Pop, que presta atendimento a imigrantes e dependentes químicos sem vínculos familiares, dentre os quais estão pessoas abrigadas em espaços da administração municipal.

Um dos alunos foi Sérgio Murilo, que chegou a ser preso por assalto após ele próprio ter sido vítima de um roubo de moto que o deixou sem fonte de renda. “Fiquei preso em Americano. A minha família foi toda embora para Fortaleza e eu fiquei. Quando saí da prisão, fiquei um ano morando na rua até que eu conheci o Centro Pop”, conta Sérgio. “Esse curso foi uma oportunidade que nos deram. Eu vou viajar com esse certificado, no dia 5 de julho, para Fortaleza, onde tem gente me esperando para me dar uma oportunidade de trabalho em panificação”.

Sérgio Murilo complementa: ‘Só quem mora na rua sabe a dificuldade que passamos, fome, chuva, roupa, maus tratos e outras coisas. Não foi fácil, mas devido ao meu esforço é com muito orgulho que estendo esse certificado de qualificação”.

Já a venezuelana Dinitzy Salazar, de 32 anos, chegou a Belém há três meses com os filhos de 10, 14 e 16 anos, em busca de melhores condições de vida. Ela está morando com a família em um abrigo da Prefeitura. “Preciso de um trabalho para sustentar os meus filhos. Gostei muito do curso. Aprendi a fazer muitas coisas. Quero montar a minha empresa”, conta Dinitzy.

Vários produtos

Os alunos aprenderam a fazer vários tipos de pães, bolos, biscoitos, salgados, pizza e outros produtos com potencial de geração de renda imediata ou de acesso a um emprego. O curso, com jornada de 40 horas-aula, foi ministrado por uma instrutora do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), instituição que mantém contrato com o Banco do Povo para realizar a qualificação profissional pelo programa “Donas de Si”.

O evento de finalização do curso aconteceu no Centro Pop, em São Brás, na tarde dessa sexta-feira, e contou com a presença da coordenadora-geral do Banco do Povo de Belém, Georgina Galvão, e do presidente da Funpapa, Alfredo Costa.

“Dona de Si”

“O Donas de Si é um grande programa de qualificação da Prefeitura, inicialmente criado para atender às mulheres, mas ele é para todo mundo. Estamos dando as mãos para os cidadãos de Belém, os que passam por aqui e os que vivem aqui, para que eles tenham oportunidade”, explicou Georgina. “A gente quer que as pessoas encontrem o seu potencial. Ver a esperança e felicidade no olhar dessas pessoas é muito gratificante”.

“É sempre possível aprender algo”, destacou o presidente da Funpapa, Alfredo Costa, que é professor de carreira. “E nós como gestores públicos temos a missão de oferecer e oportunizar a vocês formas de reescreverem suas histórias. Tenho certeza que muitas dessas histórias já começaram, por meio desse curso, a ser reescritas”.

Veja também