Mulheres do Bengui são selecionadas para 1º curso de capacitação gratuito

Mulheres do Bengui são selecionadas para 1º curso de capacitação gratuito

Cerca de 50 mães atendidas pelo “Bora Belém” no Bengui conheceram o programa “Donas de Si” de formação e capacitação profissional gratuitos, oferecido pela Prefeitura de Belém, por meio do Banco do Povo de Belém. O encontro aconteceu nesta sexta-feira, 11, no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do bairro. Mais mulheres puderam conhecer e manifestar interesse no primeiro curso, o de processamento de frutas e produção de geleias, compotas e outros doces, oferecido a partir do próximo dia 28 de junho.

objetivo do programa é estimular a autonomia financeira das mulheres provedoras do lar que, atualmente, dependem da assistência social do município para o sustento dos filhos. A coordenadora do Banco do Povo de Belém, Georgina Galvão, explicou que a capacitação profissional poderá ser voltada ao mercado de trabalho ou ao empreendedorismo, inclusive, no futuro, com a possibilidade do microcrédito e da assistência de incubação do negócio, especialmente das iniciativas de economia solidária.

O “Donas de Si” foi lançado no último dia 2 de junho, pelo prefeito Edmilson Rodrigues, em uma reunião com 120 mulheres.

Cristina Maria Araújo, de 32 anos, mãe de três filhos, disse que a “situação (financeira) está difícil” e que o Bora Belém é um auxílio importante, mas que tem interesse em adquirir novos conhecimentos para abrir o próprio negócio. Já Clediane Alves, de 36 anos, mãe de dois filhos, manifestou o interesse por cursos de gastronomia: “Amo cozinhar. Eu já trabalhei em restaurante, mas hoje faço serviços de diarista”, disse.

O objetivo do encontro desta sexta-feira, 11, foi aproximar o diálogo com as beneficiárias do Bora Belém do Bengui, onde serão realizadas as duas primeiras turmas do curso. As aulas acontecerão até o dia 9 de julho, em uma unidade móvel do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), que ficará estacionada na Escola Municipal Walter Leite. Nesse primeiro momento, serão formadas duas turmas com 41 alunas cada, nos turnos da manhã e da tarde.

O próximo bairro a ser visitado pela equipe do Banco do Povo de Belém para o oferecimento de cursos gratuitos será o Tapanã. O programa de capacitação e formação profissional da instituição vai atender inicialmente as beneficiárias do Bora Belém, mas, em breve, será expandido para outros públicos.

Intersetorial – Na oportunidade, as mulheres preencheram um questionário indicando áreas de interesse para a realização dos cursos e, ainda informações sobre a renda familiar e a situação de saúde e de escolaridade dela e da família. O preenchimento foi orientado pela psicóloga do CRAS, Eline Freire.

“A estratégia da Prefeitura de Belém é o planejamento territorial para o desenvolvimento de forma integrada com outros órgãos da gestão”, explicou Georgina. A intenção é promover uma abordagem mais completa no cuidado com essas mulheres, especialmente no atendimento de saúde e no estímulo à retomada dos estudos regulares. Também estiveram presentes na reunião as representantes da Fundação Papa João XXIII e da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma).