O que você procura?

Moradores da Sacramenta, Barreiro e Telégrafo recebem certificados do programa Donas de Si

• Atualizado há 2 meses ago

Com mais 90 pessoas dos bairros da Sacramenta, Barreiro e Telégrafo certificadas em cursos profissionalizantes pela Prefeitura de Belém, no dia 15 de dezembro, o programa Donas de Si, do Banco do Povo de Belém, chega a 2.400 formados com certificados de valor internacional por meio do Sistema S.

O curso de manipulação de frutas e produção de compotas do Donas de Si mudou a história de vida de Elisa Lisboa, a ex- manicure que ganhou um prêmio nacional de empreendedorismo de um grupo de supermercados. “Na época da pandemia, era impossível viver de manicure por conta do isolamento e surgiu a oportunidade de fazer o curso. Eu achava que não era para mim, mas hoje depois da renda de casa ser coberta em mais de 70% só da venda da minha produção, eu percebo como é importante abraçarmos as oportunidades”, celebra a ex-manicure.

Prefeito Edmilson Rodrigues compareceu ao evento.

Assim como ela, outras noventa pessoas agora podem oferecer seus serviços nas áreas de  informática básica, corte e costura, design de sobrancelha com embelezamento de cílios, manicure e pedicure, manutenção de notebook, técnicas básicas de confeitaria, panificação, bolos e doces. 

A coordenadora do Banco do Povo de Belém, Georgina Galvão, acredita que a oportunidade dada pela prefeitura em levar formação aos bairros de moradia das pessoas, contribui para que a qualificação possa alcançar quem realmente precisa. 


“Foram turmas qualificadas em centros paroquiais, na Igreja dos Mórmons, no centro comunitário, numa ação conjunta entre Banco do Povo, Funpapa, numa atuação forte do Centro de Referência em Assistência Social. O Donas de Si tanto pode profissionalizar quanto melhorar a qualidade de vida das pessoas”, explica a coordenadora geral. 

Coordenadora-geral do Banco do Povo, Georgina Galvão, ao lado de Elisa Lisboa.

Anualmente o programa recebe investimentos de R$60 milhões direcionados  a três dimensões: Bora Belém, Formação Profissionalizante Donas de Si e Programa de Microcrédito do Banco do Povo. O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, reforça o quanto essa política pública é importante para Belém. “É uma política pública que oferece oportunidade para as pessoas que estão em situação de miséria e de desemprego, mas não é assistencialismo, é política de assistência de geração de emprego e de renda e esse é o papel do Estado”, ressalta.  

Veja também