O que você procura?

Donas de Si abre 80 vagas de capacitação em Icoaraci

• Atualizado há 11 meses ago

O programa Donas de Si, da Prefeitura de Belém, que oferece capacitação profissional a mulheres em condição de vulnerabilidade social, chegou a Icoaraci nesta terça-feira, 11. São ofertadas 80 vagas para os cursos de panificação artesanal e de processamento de frutas e produção de doces. O programa foi apresentado às mulheres no auditório da Escola Liceu de Artes e Ofícios Mestre Raimundo Cardoso.

A idosa Maria de Nazaré de Jesus, 77 anos, beneficiária do Bolsa Família, cria dois netos, alunos do Liceu. Ela ficou interessada em encaminhar a filha, Cláudia Macedo, de 49 anos, para fazer um dos cursos.

“Ela precisa muito ter uma renda, está desempregada há muito tempo. Ela me ajuda vendendo cosméticos e roupas usadas. Achei muito bom esses cursos. Quero colocar a minha filha pra fazer para ver se ela consegue uma renda para conseguir ter o cantinho dela. Tenho fé em Deus que vai dar certo”.

O Donas de Si é executado pelo Banco do Povo de Belém e, nessa atividade, conta com as parcerias dos Serviços Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Industrial (Senai). O programa já beneficiou mais de 100 mulheres dos bairros do Tapanã, Bengui e Jurunas, em 2021.

“A prefeitura está apoiando a autonomia financeira por meio de cursos de capacitação que possibilitam gerar renda no dia seguinte. Em breve, o Banco do Povo vai poder apoiá-las a empreender com o microcrédito, que será lançado em breve”, destaca a coordenadora-geral do Banco, Georgina Galvão. 

Foram convidadas para o evento, beneficiárias do Bora Belém, de Icoaraci, além de mulheres vítimas de violência e de mães de alunos do Liceu. 

Em busca de autonomia

A coordenadora da Mulher da Prefeitura de Belém (Combel), Lívia Noronha, destacou que as mulheres agredidas pelos companheiros muitas vezes têm dificuldade de sair do relacionamento devido à dependência financeira.

“Esses cursos serão importante para ajudar essas mulheres a terem coragem de romper o ciclo de violência e começarem uma nova vida com seus filhos”.

Já a agente distrital de Icoaraci, Ellana Silva, comemorou a chegada do Donas de Si a Icoaraci, pois o distrito, assim como os demais territórios do município e do planeta, ainda sofrem o impacto da pandemia pela covid-19, que deixou muitas pessoas sem emprego e renda.

Também participaram do lançamento do Donas de Si, a diretora do Liceu, Viviane Ribas; a coordenadora do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) de Icoaraci, Emanuele Valles; e a assessora da 3a Vara Criminal Distrital de Icoaraci, representando a juíza Cláudia Favacho.

Cursos ofertados

Serão abertas quatro turmas do Donas de Si, sendo duas no turno da manhã e duas à tarde. As aulas de panificação ocorrerão na cozinha do Liceu. As aulas de produção de doces serão na carreta do Senar e do Senai, que ficará estacionada ali próximo, na Paróquia São João Batista e Nossa Senhora das Graças. As aulas vão iniciar no próximo dia 24 e encerrar em 4 de fevereiro.

No curso de produção de doces, as alunas vão aprender a processar as frutas adequadamente, fazer geleias, compotas, cocadas, banana chips e outros produtos. No curso de panificação, vão aprender a fazer vários tipos de pães, biscoitos doces e salgados, massa folhada e salgadinhos. 

Veja também